Os desafios da segurança da informação no home office

Há cerca de três meses, vimos a realidade do mundo inteiro mudar por conta da pandemia do novo coronavírus. Muitas empresas tiveram que fechar as portas temporariamente e migraram para o home office para dar continuidade às suas atividades.


Em suma, muitas empresas se adaptaram ao novo método de trabalho, principalmente os setores de tecnologia da informação e telecomunicações. Segundo estudo realizado pela Hibou, aproximadamente 59% dos brasileiros operam em home office desde março deste ano, um número expressivamente maior em comparação com o período antes da pandemia.

Os benefícios para as empresas e para os colaboradores foram percebidos durante esses meses, como a eliminação do tempo gasto na locomoção até o escritório, gastos com a mobilidade e alimentação, desgaste físico, atrasos repentinos, maior produtividade dos colaboradores, entre outros.


Por outro lado, outra questão foi levantada e diz respeito à segurança da informação no trabalho remoto. Como a maioria já sabe, grande parte dos funcionários tem utilizado seus próprios aparelhos para realizarem suas atividades em casa, como notebook, celular e tablets.

Obviamente, o nível de segurança residencial não pode ser comparado com o empresarial, que conta com o auxílio e expertise constante de equipes de tecnologia da informação. Apesar de ser um aparelho pessoal, as informações sobre a empresa e clientes continuaram circulando, gerando insegurança para as empresas.

Conheça os principais desafios para a segurança de dados durante o home office.


Tráfego de informações


Sem dúvidas, esse é um dos principais desafios para as empresas durante o home office. As informações que circulam pelos dispositivos pessoais dos colaboradores podem estar seriamente ameaçadas se alguns parâmetros de segurança não forem seguidos.

É comum enviar dados pessoais de clientes, de contas, entre outros dados relevantes da empresa por e-mail, armazenar em pastas comuns e até mesmo deixar escancarado na área de trabalho do computador.

Isso porque os colaboradores continuam recebendo os mesmos documentos, planilhas e tabelas que recebiam nos computadores do escritório, mas sem o suporte de segurança necessário para resguardá-los.


Segurança dos equipamentos


Fica claro que o uso de dispositivos e equipamentos pessoais que continuam circulando dados delicados da empresa, precisa ser apoiado por alguns procedimentos de proteção. Muitas vezes, os dispositivos usados na operação são os mesmos usados para fins pessoais, o que agrava ainda mais a segurança dos dados circulantes nos mesmos.

O ideal é que os dispositivos de trabalho sejam direcionados apenas para as atividades da empresa, separando-as do uso pessoal. Junto a isso, a empresa pode adotar uma Rede Virtual Privada (VPN) para garantir um acesso mais seguro.


Conscientização dos colaboradores


Outro desafio relacionado à segurança durante o home office é a educação e conscientização dos colaboradores sobre a importância da segurança no trabalho remoto. É preciso ensinar os procedimentos mais seguros, como evitar a abertura de sites com spam, reforçar a senha, realizar backups etc.

Para isso, a empresa pode realizar treinamentos com os colaboradores para conscientizar sobre a relevância da segurança da informação, demonstrando de forma prática as consequências de uma invasão hacker.


Conte com a gente para assegurar as informações da sua empresa em tempos de home office. Acesse nosso site e conheça nossos serviços.

19 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
logocloudtech.png

FALE

CONOSCO